Paris vai assessorar recuperação do Porto do Rio

Os prefeitos de Paris, Bertrand Delanöe, e do Rio,Cesar Maia (PFL), assinaram hoje um acordo que possibilitará que técnicos da prefeitura francesa assessorem os cariocas noaprimoramento dos planos de revitalização da zona portuária da capital fluminense. O trabalho terá a participação do AteliêParisiense de Urbanismo e será feito sobre projetos da Secretaria Municipal de Urbanismo carioca ? segundo Maia, caberá aos franceses propor modificações no que já foi planejado pelo Rio. O projeto para revitalizar o porto e cercanias está avaliado em mais de R$ 1 bilhão.?A cidade do Rio vai tocar o projeto daqui para frente, no ritmo que decidir, mas a cooperação das equipes parisienses estarádisponível em dois ou três meses, quando virão trabalhar com as equipes cariocas?, declarou Delanöe. O prefeito francês, que de manhã sobrevoara a cidade e conversara com o arquiteto Oscar Niemeyer, visitou a zona portuária, com o secretário municipal de Urbanismo, Alfredo Sirkis. O documento foi assinado após almoço dos dois prefeitos e parte de suas equipes, numa cerimônia marcada por brincadeirasrelativas às Olimpíadas de 2012 ? Paris e Rio são as duas das nove cidades na disputa para sediar o evento. ?Se Paris ganhar, o prefeito do Rio é meu convidado; se o Rio ganhar, o prefeito do Rio me convida?, brincou.Delanöe lembrou também que ?teve a insolência de criar uma praia às margens do Sena? (mandou colocar areia para os ?banhistas? se bronzearem à beira do rio, no verão) e pediu aos cariocas a ?gentileza de botar um pouquinho de Copacabana? lá. ?O ano de 2005 será o ano do Brasil na França?, disse ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.