Parlamentar que atacou africanos atacou africanos

A presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, deputada Manuela d"Ávila (PC do B-RS), adiantou ontem que será levado na terça-feira, à Corregedoria da Casa, um pedido de investigação contra o deputado-pastor Marco Feliciano (PSC-SP), que afirmou que "os africanos são amaldiçoados" e atacou os homossexuais. A ação será protocolada em nome da comissão pelo mesmo grupo que pediu investigação contra Jair Bolsonaro (PP-RJ). A deputada está juntando as páginas do Twitter de Feliciano e as matérias vinculadas para concluir o pedido.

Eduardo Bresciani, O Estado de S.Paulo

02 Abril 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.