Parlamentares e empresas citados dão explicações

A assessoria do deputado estadual Rui Falcão (PT) informou que ele apresentou sua defesa ao Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo quando sua prestação foi questionada e, depois disso, o TRE aprovou suas contas. Janete Pietá evoca o mesmo argumento. O deputado Cândido Vaccarezza informou que a arrecadação e os gastos de sua campanha foram feitos "rigorosamente dentro da lei". O deputado Carlos Zarattini (PT-SP) rebateu o questionamento do Ministério Público e disse que o órgão está equivocado.

, O Estado de S.Paulo

12 de janeiro de 2011 | 00h00

A empresa UTC negou que a exploração de petróleo e gás caracterize uma concessão pública. "Este entendimento tem base doutrinária e jurisprudencial."

A Interfarma informou que o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul tem entendimento que não caracteriza a associação como entidade de classe e, portanto, impedida de fazer contribuições.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.