Parque do Belém ocupará área da Febem do Tatuapé

O Complexo Tatuapé da Febem, na zona leste de São Paulo, que deverá ser totalmente desativado até o fim deste ano, dará lugar ao Parque do Belém. Segundo o vice-presidente da Febem e responsável pela implantação do projeto, Mansueto Henrique Lunardi, o parque será construído em duas etapas. Na próxima segunda-feira, 18, serão abertos os envelopes das empresas interessadas na licitação para implantação da primeira fase do projeto.Ele informou que seis empresas apresentaram propostas técnicas e comerciais, mas uma delas foi inabilitada por não atender os requisitos necessários. Lunardi garantiu que será escolhida a empresa que oferecer o menor preço dentre as que atenderem às exigências do edital.As seis quadras esportivas que eram utilizadas pelos internos da Febem serão recuperadas e receberão conjuntos de árvores nas proximidades para proporcionar sombra e área para descanso e circulação. Também serão criados dois playgrounds com diversos brinquedos para atender às crianças e um coreto. O projeto se assemelha ao que já foi feito com o Complexo Imigrantes da Febem, que deu lugar ao Parque Estadual Fontes do Ipiranga, e com a Casa de Detenção, no Carandiru, demolida e transformada no Parque da Juventude.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.