Parque Nacional da Tijuca recebe R$ 15 milhões para reconstrução

Recursos para recupear local afetado por chuvas são do governo federal e prefeitura; 'Vamos transformar o Parna em modelo de parque para o Brasil, no menor espaço de tempo', diz ministra

Julia Baptista, da Central de Notícias

15 de abril de 2010 | 19h38

O Parque Nacional da Tijuca (Parna), no Rio de Janeiro, recebeu, nesta quinta-feira, 15, R$ 15 milhões para recuperação das áreas danificadas por causa dos deslizamentos provocados pelas fortes chuvas que atingiram o Estado. O anúncio foi feito pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira. Os recursos são do Governo Federal, que doou R$ 10 milhões, e da prefeitura do Rio de Janeiro, com mais R$ 5 milhões.

 

Veja também:

linkNo Rio, mais de 70 mil pessoas deixam suas casas

 

Segundo a ministra, o dinheiro será aplicado imediatamente na reconstrução do parque. "Vamos transformar o Parna em modelo de parque para o Brasil, no menor espaço de tempo", prometeu.

 

Na área, ocorreram cerca de 300 deslizamentos de terra. Em consequência dos estragos, o Parna da Tijuca, maior parque urbano do país, está fechado para visitação pública desde dia 12 deste mês. A ministra também apresentou um relatório feito pelo Instituto Chico Mendes (ICMBio) com todos os danos sofridos pelo Parque depois das fortes chuvas que atingiram o Rio.

 

O Parque Nacional da Tijuca, criado em 1961, tem uma área de quase quatro mil hectares. Em 1991, foi elevado à condição de Reserva da Biosfera. Antes de receber o nome de Tijuca era conhecido como Parque Nacional do Rio de Janeiro. Fazem parte de sua estrutura a Floresta da Tijuca, onde está localizado o Corcovado (Cristo Redentor), e a Pedra da Gávea, entre outros.

Mais conteúdo sobre:
chuvas no Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.