Parte da iluminação é cortada em avenidas de SP

Metade das lâmpadas que iluminam as avenidas 23 de Maio e 9 de Julho, em São Paulo, está desligada, informou a Eletropaulo. A estimativa da economia que será obtida com a medida ainda não foi calculada.A Eletropaulo diz que os cortes ?não podem ser realizados de forma aleatória pela empresa? e que devem ser definidos pela prefeitura, que garante que os cortes irão poupar a periferia. Ao contrário do que ocorre nas grandes avenidas da capital, os postes da maior parte das ruas e praças públicas não estão equipadas com circuitos exclusivos. ?Isso quer dizer, que as lâmpadas devem ser desligadas manualmente e o trabalho pode demorar muitos dias?, informa a empresa. Diante das dificuldades, a Eletropaulo anunciou que o corte de 35% na iluminação de vias públicas, determinado pelo governo federal para ser iniciado hoje, vai demorar vários dias para ser concluído na capital e nos 24 municípios incluídos na área de concessão da empresa. A empresa informou que as prefeituras dos demais 23 municípios ainda não planejaram os cortes.A Eletropaulo está mapeando o quadro de fornecimento em sua área de concessão, para ?facilitar as decisões? assim que o governo anunciar todas as medidas do racionamento. ?Estamos conversando com hospitais, indústrias e prefeituras para ter um mapeamento detalhado do quadro?, informou. A empresa só vai se pronunciar sobre as medidas depois que o governo federal anunciar os detalhes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.