Bombeiros do Ceará
Bombeiros do Ceará

Parte de viaduto desaba em Fortaleza; 2 morrem

Duas pessoas ficaram feridas e outra continua desaparecida; equipes dos bombeiros trabalhavam no local à noite

Carmen Pompeu, Especial para O Estado

22 de fevereiro de 2016 | 20h31

FORTALEZA - Parte da estrutura de um viaduto que estava sendo construído no cruzamento das Avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges, em Fortaleza, desabou no início da noite desta segunda-feira, 22. Dois operários que trabalhavam na obra morreram.

Outras duas pessoas foram levadas com ferimentos para o Instituto Dr. José Frota, no Centro, mas não correm risco de morte, segundo informou o hospital. Uma quinta pessoa segue desaparecida. A Prefeitura de Fortaleza, responsável pela obra, enviou o secretário de Infraestrutura, Samuel Dias, ao local do acidente e ficou de se pronunciar por meio de nota. Seis equipes do Corpo de Bombeiros trabalhavam à noite no resgate às vítimas.

O coronel Carlos Augusto Viana, que trabalha na equipe de resgate, informou que os corpos dos dois operários mortos ainda não haviam sido resgatados pois estariam submersos no Rio Cocó. Um outro operário estaria debaixo dos escombros.

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), visitou a obra no último sábado. No local, estavam sendo construídos dois viadutos de cerca de 312 metros de extensão, fazendo a ligação sertão-praia, e uma rotatória de 90 metros de diâmetro. As obras começaram em julho do ano passdo e estavam previstas para ser entregues em abril deste ano.

Tudo o que sabemos sobre:
FORTALEZACorpo de BombeirosPDT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.