Parte do Rodoanel deve ser entregue em junho

O secretário estadual dos Transportes, Michael Zeitlin, informou nesta quinta-feira que otrecho oeste do Rodoanel que interliga as rodovias Régis Bittencourt e RaposoTavares, deve ficar pronto em junho, caso seja liberada a verba do governo federalnecessária para o término da obra, que está atrasada.Desses recursos dependem aindaa conclusão de outra parte do trecho, que ligará a avenida Raimundo Pereira deMagalhães ao sistema Anhanguera-Bandeirantes, cuja entrega está prevista também parajunho. Até o fim de outubro devem ser completados os 32 quilômetros do trecho Oeste.De acordo com Zeitlin, no começo de abril devem ser enviados R$ 20 milhões do governofederal, referentes à primeira parcela de um total de R$ 100 milhões previstos peloMinistério dos Transporte para a obra neste ano. Em 2000, foram consumidos R$ 80milhões.O governador Geraldo Alckmin disse não acreditar que o Rodoanel, cuja extensão seráde 170 quilômetros em torno da cidade de São Paulo, esteja completo até 2006, comoprevê o cronograma inicial.A obra interligará cinco das 10 rodovias que chegam àcapital paulista. A participação do governo do Estado na obra é de 74%, e do governofederal, de 26%. O Estado já abriu concorrência para o projeto executivo do trechoSul, que vai ligar a Rodovia Régis Bittencourt a Mauá, passando pelo sistemaAnchieta-Imigrantes, com ligação ao Porto de Santos.Segundo Alckmin, está mantida a proposta tripartite que prevê a participação daprefeitura nas obras do Rodoanel. Ele disse que como a prefeitura durante a gestãoCelso Pitta não entrou com os 25% previstos para a obra, o Estado quer dividir estaparte com o governo federal.O secretário Zeitlin lembrou que o governo municipalpoderá participar das obras dos trechos sul, leste e norte do Rodoanel para compensara saída no trecho oeste. As declarações foram dadas durante a visita que deputados e senadores da ComissãoMista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização do Congresso fizeram aogovernador, no Palácio dos Bandeirantes.Os parlamenares vieram a São Paulo paraconhecer as principais obras federais no Estado. Além da construção do Rodoanel, aComissão avaliará o andamento das obras da duplicação da Rodovia Fernão Dias e doSistema Penitenciário do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.