Partido criou Foro de São Paulo, em 1990

PARA LEMBRAR

, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2010 | 00h00

A conexão do PT com as forças guerrilheiras da Colômbia, mais conhecidas pela sigla Farc, se evidenciou no Foro de São Paulo, criado em 1990 por iniciativa de Luiz Inácio da Silva, após um encontro com o então presidente cubano Fidel Castro, que falou da necessidade de promover encontros de partidos e organizações de esquerda na América Latina.

As Farc, que agem à margem dos processos da democracia liberal, propondo a derrubada do regime colombiano pelas armas, participaram da fundação do foro ao lado do PT - o que acabou despertando suspeitas sobre o partido.

Em 2008, a revista Veja publicou um dossiê, com vários documentos, principalmente troca de mensagens escritas, que supostamente provariam a existência de contatos entre integrantes do governo Lula e as Farc. O PT e o governo desmentiram. Mas o assunto nunca foi completamente enterrado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.