Partidos divergem sobre estratégias para saneamento

Debate sobre o tema promovido pelo Instituto Trata Brasil reúne representantes dos três principais presidenciáveis

Moacir Assunção, O Estado de S.Paulo

27 de julho de 2010 | 00h00

Representantes das candidaturas de Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV) à Presidência concordam que é necessário aumentar os recursos para saneamento básico, mas há profundas divergências sobre a forma de fazer isso. O deputado José Eduardo Martins Cardozo (PT-SP), o ex-secretário estadual de Meio Ambiente Xico Graziano e o ambientalista João Paulo Capobianco discutiram o tema em debate promovido ontem em São Paulo pelo Instituto Trata Brasil.

Graziano defendeu a tese de que os investimentos estatais no saneamento público sejam dobrados, além de propor melhorias na gestão. Ele criticou o fato de o Brasil não dispor ainda de um Plano Nacional de Saneamento Básico, previsto em lei federal e acusou Dilma de não ter visão ambiental. "É lamentável você pensar em governar um país sem visão ambientalista. A Dilma representa isso, a insensibilidade à questão ambiental", disse.

Em resposta, Cardozo afirmou que o plano deve ser implementado até o fim deste ano, mas as obras do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), de acordo com ele, têm foco no saneamento básico, em parceria com Estados e municípios.

Capobianco, que coordena a campanha de Marina, criticou a visão do governo sobre saneamento. "A visão do governo empreendedor ao extremo é equivocada. Isso é errado porque todos acham que a solução virá do governo federal, quando a sociedade precisa participar mais."

Cardozo questionou a opinião do adversário. "O governo tem de ter um duplo papel, de indutor, mas também de fazer obras. No PAC, só na primeira fase, estão previstos investimentos de R$ 2,2 bilhões no setor", ressaltou.

Para Graziano, há outras coisas a fazer. "Se o governo quer fazer algo em prol do saneamento, a primeira coisa é sanear financeiramente as empresas da área", disse.

José Serra

Vai a Palmas, onde vai fazer caminhada e visitar o comitê da campanha em Tocantins

Marina Silva

Apresenta diretrizes ampliadas do seu programa de governo, às 10 horas, em São Paulo

Dilma Rousseff

Faz gravações em Brasília

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.