Passageiro morre atropelado na pista de aeroporto em São Paulo

Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas nesta quinta-feira depois de serem atropeladas na pista do aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista por um ônibus que transporta passageiros. O motorista Isaias Godoi Coutinho, de 33 anos, estava no primeiro dia de trabalho e confundiu o pedal do acelerador com o do freio. Um dos feridos era funcionário do aeroporto e os outros dois atingidos pelo ônibus - incluindo a vítima - eram passageiros do vôo 3730, um Fokker 100 da TAM, que vinha de Goiânia.Segundo o superintendente da Infraero em Congonhas, Willer Furtado, nunca houve algo semelhante no aeroporto, que transporta 750 mil pessoas por mês e tem cerca de 10 mil deslocamentos de ônibus na pista no mesmo período. O veículo, hidramático, pertence à empresa Pássaro Marrom, que tem a responsabilidade de dar treinamento prático aos motoristas.De acordo com a Polícia Civil, a Infraero oferece as aulas teóricas. "O ônibus estava em área autorizada para transitar", disse o delegado Marcelo Palhares, que apurou o caso.O corpo do funcionário do banco Itaú Augusto Veiga, de 52 anos ficou na pista do aeroporto até por volta das 20h30. Não houve suspensão de pousos ou decolagens. Sebastião Guimarães Alves, de 54 anos, teve ferimentos nos braços e nas pernas e não foi hospitalizado. O funcionário do aeroporto Jânio Alcides Negrão, que trabalha com o transporte de alimento para os aviões, foi levado ao hospital do Jabaquara e não corre risco.Segundo o depoimento de Alves para a polícia, ele e Veiga não conseguiram lugar no ônibus, que os levaria ao saguão do aeroporto, e foram orientados a utilizar uma perua, estacionada ao lado. Ao tentarem embarcar, o ônibus lotado os atropelou. Não houve colisão entre os veículos. O motorista, que deve ser indiciado por homicídio culposo (sem intenção), chorava na delegacia e não quis falar com a imprensa."Não se pode colocar a culpa apenas no trabalhador. A Infraero é negligente ao resistir a instalar túneis para transportar os passageiros", disse o presidente do sindicato estadual dos aeroviários, Uébio José da Silva. A Infraero informou que, em qualquer aeroporto do mundo, há pessoas transportadas por ônibus, mas que acaba de iniciar uma obra prevendo a instalação de oito túneis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.