Passageiros de avião somem após pouso forçado

Os ocupantes de um avião monomotor, prefixo PT JFI, desapareceram depois de um pouso forçado em uma fazenda de cana-de-açúcar, ao lado da Usina Santa Cruz, na cidade de Capivari, 135 quilômetros a noroeste de São Paulo, naregião de Piracicaba.Até esta quarta-feira à tarde, a polícia não tinha informações sobre quem pilotava a aeronave, que pousou no meio do canavial, às 13h30 desta terça-feira.Segundo a Polícia Civil de Capivari, que investiga o caso, o avião foi apreendidoe levado nesta quarta à tarde para um hangar em Piracicaba, onde passará por perícia. Apolícia informou que os funcionários da fazenda viram o avião descendo e avisaram odono da usina, João Paulo Annicchino, que chamou a Polícia Militar.Quando os PMs chegaram ao local, os ocupantes da aeronave já haviam desaparecido. O dono do avião foi identificado como Marcelo Silva Martins, conforme a Polícia Civil de Capivari, mas ele ainda não havia sido localizado até o final da tarde desta quarta.A polícia apreendeu os documentos do aparelho, três galões de combustível e mantimentos que estavam no interior do monomotor. Técnicos da Força Aérea de Pirassununga foram acionados para avaliar as condições da aeronave e se houve falha mecânica que justificasse o pouso forçado. O relatório está previsto para ser concluído em 90 dias.A PM suspeita de que a aeronave poderia ter sido utilizada para o transporte de entorpecentes, mas a Polícia Civil afirmou que não foram encontrados sequer vestígios de drogas no interior do avião.No ano passado, um monomotor fez um pouso forçado em Piracicaba e foi incendiado pelos dois ocupantes. Armados, eles fizeram de reféns dois homens que se aproximaram para prestar socorro, obrigando-os a transportar 400 quilos de maconhaque estavam na aeronave.Um dos reféns conseguiu escapar e avisar a polícia sobre o local onde a droga havia sido deixada. Os dois ocupantes da aeronave fugiram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.