Passageiros depredam trem da SuperVia na zona norte do Rio

Problema na rede aérea de energia prejudica a circulação das composições e passageiros tiveram de desembarcar na linha férrea, o que provocou revolta

Marcelo Gomes, O Estado de S. Paulo

29 de agosto de 2013 | 09h24

RIO - Um problema na rede aérea de energia prejudica a circulação dos trens suburbanos em dois ramais da SuperVia, na zona norte do Rio de Janeiro, no início da manhã desta quinta-feira, 29. Por causa disso, uma composição parou na estação Oswaldo Cruz e os passageiros tiveram que desembarcar na linha férrea. Revoltados, alguns passageiros quebraram vidraças do trem. A Polícia Militar foi acionada.

Segundo a SuperVia, os trens dos ramais Santa Cruz (zona oeste da capital) e Japeri (Baixada Fluminense) operam com atrasos de 30 a 50 minutos. Diversas estações estão lotadas. Ainda de acordo com a concessionária, o problema ocorreu entre as estações de Engenho de Dentro e Oswaldo Cruz, interrompendo a viagem de três composições: duas seguiam de Santa Cruz para a Central do Brasil, e uma seguia de Japeri para a Central.

Ainda não há previsão para a normalização das operações.

Tudo o que sabemos sobre:
SuperViaRiodepredação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.