Passageiros reclamam de atrasos de vôos em Brasília

Dezenas de vôos, saindo de Brasília para diversos Estados estão atrasados na manhã desta sexta-feira, 27. Essa situação está causando confusão e reclamações entre os passageiros que estão aguardando embarque no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, na capital federal. A assessoria da Infraero, que gerencia os aeroportos do País, informou que a causa dos atrasos continua sendo a decisão do Departamento de Controle do Fluxo Aéreo de intervir, retardando decolagens de Brasília, para não comprometer o limite de 14 aviões simultâneos sendo monitorados por cada controlador de vôo.A assessoria explicou que, entre as 8h25 e 10h42 desta manhã, as partidas estavam sendo liberadas de 10 em 10 minutos. A partir das 10h43, os vôos passaram a ser autorizados a cada cinco minutos. A estratégia provocou, em média, atrasos de duas horas nas decolagens previstas para esta manhã e está repercutindo em outros aeroportos por causa das conexões de vôos. A Infraero acrescentou que, até o final da tarde, espera normalizar a situação para evitar mais problemas no final de semana quando tende a aumentar o volume de viagens.Na quinta-feira, 26, as principais autoridades aeronáuticas se reuniram no Palácio do Planalto com a ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, para discutir a situação de caos nos aeroportos. A Aeronáutica decidiu transferir para Brasília, nos próximos dias, controladores de vôos de outros lugares do País para suprir a deficiência de profissionais provocada pelo afastamento temporário de oito controladores que estavam de plantão no momento do acidente com o Boeing da Gol em 29 de setembro. Mesmo após a transferência, haverá um tempo de cinco a dez dias para treinamento dos operadores.Em Brasília, existem 190 controladores e a falta de oito está afetando as operações porque o serviço funciona 24 horas, em 4 turnos. Além disso, o governo avaliou que há um grande número de aviões de pequeno porte ajudando a congestionar o espaço aéreo próximo a capital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.