Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Passagem de clicone deixa 3.811 desabrigados e 10 mil sem luz

Temporal atingiu Estado no sábado, mas já se afasta em direção ao oceano; 60 mil chegaram a ficar sem energia

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias, e Neusa Ramos, da Agência Estado,

13 de dezembro de 2009 | 11h31

Banhistas caminham pela Praia de Capão da Canoa, no norte do Estado. Foto: Diego Vara/Ag. RBS

 

SÃO PAULO - A Defesa Civil informou que 3.811 pessoas estão desabrigadas no Rio Grande do Sul devido às chuvas e vendavais no Estado neste fim de semana. Não há informações de mortos ou feridos. Por causa dos temporais, cerca de dez mil moradores continuavam sem luz neste domingo, 13.

 

O ciclone que atingiu a região Sul do País e provocou fortes ventos em todo o Estado na madrugada de sábado perdeu intensidade e se deslocou em direção ao mar, segundo previsão do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina. Os ventos atingiram até 121 quilômetros por hora.

 

De acordo com a Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE), as áreas mais prejudicadas foram as partes rurais de Rio Grande, São José do Norte, Santa Vitória do Palmar, Bojuru, as áreas urbana e rural dos municípios de Pelotas, Capão do Leão, Morro Redondo, Arroio do Padre, Canguçu, Piratini, Cerrito, Pedro Osório, Jaguarão, Herval, Arroio Grande, Porto Alegre e região metropolitana.

 

Ainda segundo a empresa, 173 equipes trabalham para restabelecer o fornecimento de luz. Na últimas 24 horas, o serviço de teleatendimento registrou 242.016 chamadas.

 

Há um mês os temporais castigam o Estado. Desde o dia 13 de novembro, oito pessoas morreram e 180 municípios decretaram situação de emergência. Segundo o último balanço divulgado pela Defesa Civil, ao todo, 3.811 pessoas permanecem desabrigadas - pessoas que perderam tudo e precisam dos abrigos públicos - e 6.322 estão desalojadas - as que podem contar com ajuda de vizinhos e familiares.

Em Santa Catarina e Rio Grande do Sul a temperatura caiu e não há previsão de chuvas fortes na região. Dados da Defesa Civil de Santa Catarina apontam que houve um vendaval na cidade de Santo Amaro ontem à noite que provocou o destelhamento de duas casas. Uma mulher ficou levemente ferida.

 

Atualizado às 13h22 para acréscimo de informações.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvasRSdesabrigadosenergialuz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.