Passeata no RS reivindica reforma agrária

Cerca 40 mil pessoas, conforme cálculo dos organizadores, concentraram-se nesta terça-feira no município de Sananduva, a 360 quilômetros de Porto Alegre, para reivindicar a reforma agrária imediata, aprovação da emenda constitucional que limita em 37 módulos fiscais o tamanho da propriedade da terra no País, uma política de incentivo à produção agroecológica e a demarcação das áreas indígenas.Elas participaram da 25ª Romaria da Terra, uma celebração religiosa e ato político que dura todo o dia e atrai caravanas de todo o Rio Grande do Sul. O governador Olívio Dutra participou da manifestação e disse que a romaria recupera o significado da posse social da terra, que ?não deve ficar concentrada nas mãos de poucos?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.