Passeio étnico inclui trilhas e visita a antigo quilombo em ES

Ao custo de R$ 20, é possível fazer trilhas, experimentar comidas africanas e assistir a apresentações de dança

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

13 de janeiro de 2009 | 16h49

Um passeio étnico, cultural e ambiental. Assim pode ser definida a visita a Comunidade Monte Alegre, em Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, reconhecida como remanescente de quilombo em 2005. Ao custo de R$ 20, é possível fazer trilhas, experimentar comidas africanas e assistir a apresentações de dança e de teatro que resgatam a história de antigos moradores da comunidade.  Ainda à noite, diante de uma fogueira, um grupo composto por crianças e jovens realizam a dança caxambu, na qual os participantes se colocam em roda. Também podem ser vistos o maculelê, a capoeira de Angola, a dança afro-contemporânea e o samba de roda. O menu do almoço traz pratos de gastronomia africana, como o angu de banana verde com peixe seco.  O coordenador do projeto, Leonardo Marcelino, afirmou que o roteiro pode ser cumprido em um dia. As visitas são feitas em grupos, com limite de 10 a 40 pessoas. Cada uma terá de desembolsar R$ 20. Para agendar o passeio, é necessário ligar para (28) 9917-0842. A comunidade está situada a cerca de 134 km de Vitória. O acesso é feito pelas estradas BR-101 e ES-482.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.