AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Pasta da Habitação interessa ao PMDB

Em reunião de duas horas nesta quarta-feira com a prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), a vereadora do PMDB Myryam Athiê ressaltou o interesse em ocupar a pasta de Habitação, sob comando do petista Paulo Teixeira.Ela não nega uma possível indicação até para a presidência da Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab). "O que for da área o partido receberá de braços abertos", disse.Myryam afirmou que não saiu com a promessa de indicação, mas avisou que até agosto pode haver novidades. A criação de 788 cargos de confiança na administração pode ser outra oportunidade para a "troca de favores". "Os cargos existem e falei para a prefeita que temos de arcar com esse ônus."Myryam disse que seu partido também está de olho nas eleições de 2002. "Amanhã não podemos negar que o PT e o PMDB possam estar coligados." Quanto à secretaria, ela ensaiou um discurso caso um convite lhe seja feito."Ela (Marta) pode ter certeza de que teria uma mulher que não iria decepcioná-la."Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Habitação, Teixeira não comentará a questão. O Estado apurou na secretaria que a vereadora teria interesse na diretoria de Patrimônio da Cohab, com um cargo no Departamento de Aprovação de Plantas.A prefeita regulamentou nesta quarta-feira o funcionamento dos 20 Conselhos Tutelares Municipais, criados em 1991. Pelo decreto 40.779, publicado no Diário Oficial do Município, os conselhos serão vinculados à Secretaria Municipal de Governo.Com a regulamentação, cada um dos cem conselheiros receberá R$ 1.296,00. Antes, segundo a coordenadora dos trabalhos dos Conselhos Tutelares, Célia Ramos, cada conselheiro recebia R$ 421,00. "Vamos poder cobrar mais qualidade com o salário maior."

Agencia Estado,

27 de junho de 2001 | 23h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.