Pastor é preso em Manaus por suspeita de pedofilia contra 4 crianças

Vítimas, com idade entre 9 e 10 anos, teriam sido abusadas no Paraná; religioso se mudou há 2 meses

Solange Spigliatti, estadão.com.br

24 de janeiro de 2012 | 10h55

SÃO PAULO - O pastor evangélico, Geraldo Pereira Nunes, de 69 anos, foi preso nesta terça-feira, 24, em cumprimento a mandado de prisão expedido pela 12º Vara Criminal do Paraná, no bairro Cidade Nova, na zona norte de Manaus.

 

O pastor evangélico é acusado de praticar estupro de vulnerável (atos libidinosos) contra quatro crianças, três de 9 e uma de 10 anos. De acordo com a polícia, Geraldo se prevalecia da condição de pastor e da confiança dada pelos fiéis, para praticar o crime.

 

Após a prisão, o acusado foi encaminhado para a Delegacia Especializada em Capturas e Polinter, onde aguardará a chegada de uma equipe de policiais civis de Curitiba.

 

O acusado estava sendo monitorado há uma semana, após a Delegada da Divisão de Polícia Especializada, Maricy Mortagua, entrar em contato com a Polícia Civil do Amazonas, solicitando o apoio para localizar um suspeito de pedofilia, que havia se mudado para Manaus há dois meses.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.