Pastor evangélico é detido ao tentar entrar em Pedrinhas com serra

Lâmina estava escondida no sapato; sete pessoas já foram presas com objetos proibidos desde que a crise no presídio veio à tona

Ernesto Batista , Especial para o Estado

14 Janeiro 2014 | 15h52

SÃO LUÍS - A Polícia Militar deteve um pastor evangélico que tentava entrar com uma lâmina no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. José Luís Sousa Nery foi flagrado com uma serra escondida no sapato.

O pastor evangélico foi encaminhado para o 12º DP e é a sétima pessoa detida desde que a crise no sistema penitenciário veio à tona tentando entrar no presídio com objetos proibidos na cadeia: celulares, carregadores, chips e até drogas. As outras seis pessoas presas eram mulheres que tinham parentesco com condenados e presos que ainda esperam julgamento.

Na última revista noticiada pela polícia foram apreendidos 20 cartuchos de bala de revólver 38, 20 facas, 6 celulares, 2 carregadores, 2 aparelhos DVDs e 6 televisores em poder dos presos encarcerados na Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ), uma das oito unidades do Complexo de Pedrinhas. Desde o ano passado, 62 presos foram assassinados no presídio.

Mais conteúdo sobre:
Maranhão presídios

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.