Paulista terá de Rita Lee a Calypso

Entre revelações e nomes consagrados da música brasileira, a trilha sonora da contagem regressiva do réveillon na Avenida Paulista será bastante diversificada. O evento chega à sua 10ª edição com expectativa de atrair mais de 2 milhões de pessoas. A agitação do local promete ir até as 2h30 da segunda-feira, dia 1º de janeiro, hora em que deve ocorrer o último bis.Black MusicLeilah Moreno, Negra Li, Quelinah e Cindy vão abrir a festa, às 21 horas, com um toque de ficção. Elas revivem no palco as personagens Barbarah, Preta, Mayah e Lena da série Antônia, exibida recentemente na Globo. O programa foi um desdobramento do novo filme de Tata Amaral, que estréia no início do ano. Na vida real, todas têm discos solo, com exceção da "caçula" da turma - Cindy, de 18 anos. Mas ela tem planos de seguir a carreira artística, assim como as colegas. Por enquanto, a dica é curtir as levadas de rap e hip hop dessas quatro paulistanas bastante afinadas.RomantismoNa seqüência, os irmãos Kiko, Leandro e Bruno, do KLB, prometem criar com seu pop açucarado um clima propício aos solteiros. São composições autorais, versões em português de sucessos internacionais e a nova roupagem para Olhar 43, do RPM. Com cinco álbuns de estúdio, mais de 3 milhões de cópias vendidas pelo País e um enorme fã-clube formado por garotas apaixonadas, os rapazes influenciados pelos Bee Gees querem caprichar.Rock ´n´ RollO ponto alto do réveillon na Paulista será o show da maior roqueira do Brasil. Rita Lee, que faz aniversário hoje e vai comemorar em casa seus 59 anos bem vividos. No repertório, estarão canções do CD MTV ao Vivo como Esse tal de Roque Enrow, Pagu, Panis et Circenses, clássico dos Mutantes e Amor e Sexo, além das recentes Meio-Fio e Coração Babão. O fato é que a artista sempre surpreende.ForróUm dos maiores sucessos comerciais do Brasil, a banda Calypso promove um arrasta-pé nas primeiras horas do ano que se inicia. Com vários dançarinos nos palco, a dupla Joelma e Chimbinha fará a alegria dos mais empolgados. O Calypso surgiu em Belém (PA) em 1999. Inicialmente restrito ao Norte e ao Nordeste, o grupo há três anos ganhou os palcos do País. A sonoridade original do Calypso vem do sul do Caribe e ganhou tempero regional nas composições.AxéApós um período longe dos holofotes, o cantor Netinho, que ficou conhecido em todo o País com o sucesso Milla e sempre foi figurinha carimbada nas micaretas de Salvador e em carnavais fora de época das principais capitais brasileiras, também estará no réveillon da Paulista. E promete encerrar a festa com muito alto-astral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.