Paulistano enfrenta pontos isolados de lentidão nas federais

O paulistano não quis perder tempo. Enfrentou o maçante trânsito de quarta-feira à noite para chegar mais cedo ao litoral e interior e aproveitar ao máximo o feriado prolongado de 7 de setembro. Prova disso é que as principais estradas que cortam o Estado operavam por volta das 15h50 desta quinta-feira com tráfego abaixo do normal, segundo a Policia Rodoviária Estadual. Com tempo bom e boa visibilidade, o motorista não se depara com maiores problemas.Segundo as autoridades responsáveis pelo tráfego na cidade, deixaram a capital paulista desde as primeiras horas de ontem cerca de 1 milhão de veículos. Em conseqüência dos deslocamentos para fora da cidade, por volta das 19 horas, quando se deu o pico, o congestionamento chegou aos 170 quilômetros, quase 100 km acima do padrão normal para o horárioNas federais, o motorista encontra pontos isolados de lentidão, mas em regiões que, costumeiramente, os freios são mais acionados que os aceleradores, informa a Polícia Federal Rodoviária. Na Fernão Dias, que liga São Paulo a Belo Horizonte, os carros reduzem a velocidade na região do túnel, entre o quilômetro 72 e Atibaia.Quem segue para o Sul do País pela Rodovia Regis Bittencourt (BR-116) o foco de lentidão se dá no trecho de serra, entre os quilômetros 333 ao 369. Na Presidente Dutra, que liga a capital paulista ao Rio de Janeiro, o tráfego ainda é intenso, mas não oferece problemas aos usuários da estrada.

Agencia Estado,

07 de setembro de 2006 | 15h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.