Paulistano vive caos na volta para casa; faltam 3 mil ônibus

A volta do paulistano para casa está caótica na noite desta segunda-feira, 15. Por volta das 18 horas, horário em que o trânsito já é normalmente ruim, o congestionamento alcançou 203 quilômetros de lentidão, quando a média para o horário é de 53 quilômetros, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).Ônibus estão circulando em número reduzido e 17 terminais estão fechados, o que afetou 2,9 milhões de usuários do sistema de transporte público. Estações do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que funcionam normalmente, estão lotadas.Durante o dia, a frota de ônibus circulando pela cidade diminuiu drasticamente. Estimativas das empresas de ônibus dão conta de que, dos 8 mil veículos que compõem a frota, 3 mil estão parados.Tudo isso porque os ônibus tornaram-se nesta segunda-feira os principais alvos dos ataques organizados pela facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), que já deixou 81 pessoas mortas em pelo menos 180 ataques desde a noite de sexta-feira. Com medo dos atentados, comércio e empresas foram fechadas mais cedo. Congestionamento e rodízioOs piores trechos de congestionamento estão na Marginal do Tietê, tanto na pista expressa quanto na local, onde o engarrafamento ultrapassou 14,7 quilômetros, desde a Rodovia Castelo Branco até o Estádio do Canindé.Na Marginal do Pinheiros, sentido Rodovia Castelo Branco, a situação é mais crítica da Rodovia Castelo Branco até a Ponte Ary Torres. Já na Avenida dos Bandeirantes, a lentidão atinge toda sua extensão, nos dois sentido, somando uma morosidade de 7,1 quilômetros.O Metrô antecipou sua operação horário de pico das 17 horas para as 16h30. Em dias normais, os trens recebem, à tarde, de 40 mil a 50 mil pessoas por hora, dependendo da linha. Hoje, eles atingiram capacidade máxima de 70 mil passageiros por linha e por hora.Nas estações da CPTM, o esquema especial começou às 15h30. O horário de pico normal é 18 horas. A Companhia informou também que precisou aumentar o número de seguranças para acalmar os passageiros, além de prestar orientação no embarque.Para compensar a deficiência do transporte público, a CET vai manter suspenso o rodízio de veículos nesta terça-feira, 16, em São Paulo. Assim, os carros com chapas finais 3 e 4, que estariam impedidos de circular, poderão trafegar por toda a cidade.Toque de recolherOs comandos das polícias Militar e Civil do Estado de São Paulo negaram nesta tarde que seria decretado um toque de recolher na capital paulista, por causa da onda de atentados e ameaças deflagrada por bandidos organizados.Os comentários sobre um eventual encerramento de todas as atividades comerciais e de serviços na cidade ganharam força à tarde, em meio a uma série de outros boatos e notícias não confirmadas.EmpresasComércio, empresas de serviços e até repartições públicas foram fechados mais cedo e seus funcionários dispensados. Quinze shoppings da Grande São Paulo desistiram de funcionar à noite. A lista inclui West Plaza, ABC Shopping, Central Plaza, Interlagos, Continental, Market Place, Iguatemi, Villa Lobos, Center Light, Paulista, Higienópolis, Center Lapa, Center Norte, Lar Center, Eldorado, Anália Franco e Morumbi.Na Rua Teodoro Sampaio, em Pinheiro, zona oeste, tradicional de comércio do bairro, quase todas as lojas foram fechadas por volta das 14h40. Os lojistas da 25 de Março, no centro, a mais tradicional rua de comércio de São Paulo, também decidiram fechar as portas para liberar os funcionários mais cedo e evitar problemas na volta para casa. Na Oscar Freire e Augusta, na zona sul, boa parte das lojas fechou antes do horário normal.Escolas e faculdadesMuitas escolas suspenderam as aulas nesta segunda-feira e estão liberando os alunos de comparecer na terça. Nas escolas particulares, muitas fecharam ou recomendaram que os pais buscassem os filhos mais cedo.Já nas escolas estaduais as aulas não foram suspensas, garantiu a Secretaria de Educação. Várias faculdades da capital paulista e da Grande São Paulo também cancelaram as aulas para garantir a segurança dos alunos.BancosBancos também dispensaram funcionários mais cedo e houve grande tensão entre os clientes. Isso porque 11 agências bancárias na capital e em Taboão da Serra, na Grande São Paulo, foram atacadas por bandidos entre a noite de sábado e a madrugada de domingo.Ataques e rebeliõesDesde a noite de sexta-feira, quando começou a onda de violência, pelo menos 81 pessoas morreram em cerca de 180 ataques, segundo balaço divulgado pela Secretaria de Segurança Pública. Destes ataques, 56 foram a ônibus e 8 a bancos apenas na capital.Noventa e um suspeitos foram presos e 38 foram mortos. Quatro cidadãos comuns morreram, assim como 37 policiais civis, militares e agentes penitenciários. O número de feridos chega a 49, entre policiais, agentes penitenciários e civis (15) e 104 armas foram apreendidas.As rebeliões de presos continuam seis unidades prisionais (dois presídios e quatro cadeias públicas), segundo o último boletim das secretaria de Administração Penitenciária e de Segurança Pública (veja a lista ao final deste texto).Ação coordenadaO caos e o medo em São Paulo são fruto de uma ação coordenada de criminosos, que deflagraram uma onda de ataques junto com uma megarrebelião em presídios e cadeias paulistas.Os alvos dos ataques foram, primeiro, os próprios policiais (PMs, civis, guardas municipais e agentes de segurança) e suas instalações. O segundo alvo foram os ônibus e, em seguida, as agências bancárias. Nesta segunda-feira os ataques se voltaram novamente para os ônibus.A ofensiva conseguiu produzir a maior rebelião do sistema prisional da história do País. Ao todo, foram registradas rebeliões em 82 penitenciárias, centros de detenção e cadeias públicas desde a sexta-feira. Foram feitos reféns mais de 300 funcionários, além de visitantes.A ofensiva foi deflagrada pelo PCC depois que as autoridades transferiram seus líderes para a carceragem do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), em São Paulo, e cerca de 760 presos ligados à organização criminosa para a Penitenciária 2 de Presidente Venceslau. A transferência foi feita justamente porque o governo estadual descobriu que o PCC planejava uma megarrebelião para este final de semana, aproveitando o Dia das Mães.Confira a lista das rebeliõesEm andamento: CDP PIII de Hortolândia (Coordenadoria Central) - (cap. 750 - pop. 1289) - 11 reféns Penitenciária II de São Vicente (Coordenadoria Vale do Paraíba e Litoral) - (cap. 750 - pop. 1130) - 5 reféns Cadeia Pública de Serra Negra Cadeia Pública de Itápolis Cadeia Pública de Ipauçu Cadeia Pública de JandiraEncerradas:Penitenciária I de Hortolândia (Coordenadoria Central) - (cap. 750 - pop. 1077) - 5 refénsPenitenciária de Junqueirópolis (Coordenadoria Oeste) - (cap. 792 - pop. 1214) - 9 reféns Penitenciária II de Mirandópolis (Coordenadoria Oeste) - (cap. 804 - pop. 1176) - 8 refénsCDP de São Bernardo do Campo (Coordenadoria da Capital e Gde SP) - (cap. 768 - pop. 1520) - 2 refénsPenitenciária II de Guarulhos (Marrey) (Coordenadoria da Capital e Gde SP) - (cap. 1200 - pop. 1830) - 4 refénsPenitenciária I de São Vicente (Coordenadoria Vale do Paraíba e Litoral) - (cap. 330 - pop. 469) - Não tem refénsPenitenciária de Pacaembu (Coordenadoria Oeste) - (cap. 792 - pop. 1205) - Não tem reféns CDP de Parelheiros (Coordenadoria da Capital e Gde SP) - (cap. 765 - pop. 1145) - 3 refénsPenitenciária de Marília (Coordenadoria Noroeste) - (cap. 750 - pop. 1063) - 6 refénsPenitenciária II de Hortolândia (Coordenadoria Central) - (cap. 804 - pop. 1215) - 1 refémPenitenciária I de Tremembé (Coordenadoria Vale do Paraíba e Litoral) - (cap. 750 - pop. 1119) - 2 refénsCDP de Praia Grande (Coordenadoria Vale do Paraíba e Litoral) - (cap. 512 - pop. 1265) - 2 refénsCDP de São Vicente (Coordenadoria Vale do Paraíba e Litoral) - (cap. 768 - pop. 1465) - 2 refénsPenitenciária I de Reginópolis (Coordenadoria Noroeste) - (cap. 768 - pop. 1160) - 2 refénsPenitenciária II de Reginópolis (Coordenadoria Noroeste) - (cap. 768 - pop. 1114) - 5 refénsCDP de Ribeirão Preto (Coordenadoria Noroeste) - (cap. 768 - pop. 1077) - Não tem refénsCDP de Franco da Rocha (Coordenadoria da Capital e Gde SP) - (cap. 864 - pop. 1138) - 6 refénsCDP de Taubaté (recomeçou) (Coordenadoria Vale do Paraíba e Litoral) - (cap. 768 - pop. 1268) - 9 refénsEncerradas:Penitenciária I de Avaré (Coordenadoria Noroeste) - (cap. 520 - pop. 154) - início: 16h30 (12/5) - 13 reféns, encerrada em 13/5, às 13 horasPenitenciária de Iaras (Coordenadoria Noroeste) - (cap. 792 - pop. 435) - início: 16h30 (12/5) - 12 reféns, encerrada em 13/5, às 14 horasCDP de Suzano (Coordenadoria Vale do Paraíba e Litoral) - (cap. 768 - pop. 1175) - 12 reféns, encerrada em 14/5, às 10h30Penitenciária I de Lavínia (Coordenadoria Oeste) - (cap. 768 - pop. 1142) - 1 refém, encerrada em 14/5, às 11h30)Penitenciária de Marabá Paulista (Coordenadoria Oeste) - (cap. 792 - pop. 1171) - 3 reféns, encerrada em 14/5, às 11 horasPenitenciária I de Guareí (Coordenadoria Central) - (cap. 768 - pop. 879) - 8 reféns, encerrada em 13/5, às 19 horasCDP de Campinas (Coordenadoria Central) - (cap. 768 - pop. 1078) - 13 reféns, encerrada em 14/5, às 9h30Penitenciária de P. Prudente (Coordenadoria Oeste) - (cap. 630 - pop. 773) - 6 reféns, encerrada em 13/5, às 18 horasPenitenciária II de Avaré (Coordenadoria Noroeste) - (cap. 852 - pop. 1146) - 1 refém, encerrada em 13/5, às 15h20Penitenciária I de Serra Azul (Coordenadoria Noroeste) - (cap. 768 - pop. 1063) - 1 refém, encerrada em 13/5, às 18h50Penitenciária de Flórida Paulista (Coordenadoria Oeste) - (cap. 768 - pop. 1142) - Não tem reféns, encerrada em 14/5, às 11 horasPenitenciária de Paraguaçu Paulista (Coordenadoria Oeste) - (cap. 768 - pop. 1075) - 3 reféns, encerrada em 14/5, às 13 horasPenitenciária III de Lavínia (Coordenadoria Oeste) - (cap. 768 - pop. 949) - 3 reféns, encerrada em 14/5, às 13 horasPenitenciária II de Lavínia (Coordenadoria Oeste) - (cap. 768 - pop. 800) - 5 reféns, encerrada em 14/5, às 13h35CDP de Mogi das Cruzes (Coordenadoria Vale do Paraíba e Litoral) - (cap. 768 - pop. 889) - 6 reféns, encerrada em 14/5, às 14 horasPenitenciária de Araraquara (Coordenadoria Noroeste) - (cap. 750 - pop. 1034) - 8 reféns, encerrada em 14/5, às 15 horasCDP de São José dos Campos (Coordenadoria Vale do Paraíba e Litoral) - (cap. 512 - pop. 1182) - 2 reféns, encerrada em 14/5, às 14 horasCDP de Santo André (Coordenadoria da Capital e Grande São Paulo) - (cap. 512 - pop. 1236) - 1 refém, encerrada em 14/5, às 16h20CDP de Mauá (Coordenadoria da Capital e Grande São Paulo) - (cap. 576 - pop. 461) - 1 refém, encerrada em 14/5, às 16 horasCDP de Diadema (Coordenadoria da Capital e Grande São Paulo) - (cap. 576 - pop. 511) - 11 reféns, encerrada em 14/5, às 16 horasPenitenciária I de Itapetininga (Coordenadoria Central) - (cap. 804 - pop. 1145) - sem informação sobre reféns, encerrada em 14/5, às 17 horasPenitenciária I de Franco da Rocha (Coordenadoria da Capital e Grande São Paulo) - (cap. 852 - pop. 1344) - 2 reféns, encerrada em 14/5, às 16 horasPenitenciária II de Itirapina (Coordenadoria Central) - (cap. 852 - pop. 1407) - 12 reféns, encerrada às 17h30Penitenciária II de Itapetininga (Coordenadoria Central) - (cap. 804 - pop. 1167) - 12 reféns, encerrada às 19 horasPenitenciária II de Pirajuí (Coordenadoria Noroeste) - (cap. 852 - pop. 1245) - 5 reféns, encerrada em 15/5, às 11h30Penitenciária de Getulina (Coordenadoria Noroeste) - (cap. 792 - pop. 1244) - 16 reféns - encerrada em 15/5, às 11h30Penitenciária de R. Preto (Coordenadoria Noroeste) - (cap. 792 - pop. 1102) - 8 reféns, encerrada em 13/5, às 13h15Penitenciária III de Franco da Rocha (Coordenadoria Capital) - (cap. 600 - pop. 544) - 2 reféns, encerrada em 15/5, às 12 horasPenitenciária de Lucélia (Coordenadoria Oeste) - (cap. 792 - pop. 1217) - 5 reféns, encerrada em 15/5, às 12 horasPenitenciária de Irapuru (Coordenadoria Oeste) - (cap. 768 - pop. 964) - 4 reféns, encerrada em 15/5, às 12 horasCDP I Osasco (Coordenadoria da Capital e Grande São Paulo) - (cap. 768 - pop. 1410) - 1 refém, encerrada em 15/5, às 11h30Penitenciária II de Potim (Coordenadoria Vale do Paraíba e Litoral) - (cap. 768 - pop. 1054) - 1 refém, encerrada em 15/5, às 12 horasPenitenciária de Martinópolis (Coordenadoria Oeste) - (cap. 792 - pop. 1171) - 11 reféns, encerrada em 15/5, às 11h40Penitenciária Feminina Sant´Ana (Coordenadoria da Capital e Grande São Paulo) - (cap. 1600 - pop. 1308) - 6 reféns, encerrada em 15/5, às 12 horasCDP de Vila Independência (Coordenadoria da Capital e Grande São Paulo) - (cap. 768 - pop. 1428) - 9 reféns, encerrada em 15/5, às 11h30Penitenciária de Riolândia (Coordenadoria Oeste) - (cap. 792 - pop. 1059) - 3 reféns, encerrada em 15/5, às 11h30Penitenciária I de Potim (Coordenadoria Vale do Paraíba e Litoral) - (cap. 768 - pop. 1057) - 6 reféns, encerrada em 15/5, às 15 horasCDP I de Pinheiros (Coordenadoria da Capital e Grande São Paulo) - (cap. 520 - pop. 731) - 3 reféns, encerrada em 15/5, às 15h20Penitenciária Feminina da Capital (Coordenadoria da Capital e Grande São Paulo - (cap. 410 - pop. 677) - 1 refém, encerrada em 15/5, às 12 horasCDP de Bauru (Coordenadoria Noroeste) - (cap. 768 - pop. 1242) - 1 refém, encerrada em 15/5, às 12h50Penitenciária de Casa Branca (Coordenadoria Central) - (cap. 852 - pop. 1419) - 4 reféns, encerrada em 15/5, às 11h45Penitenciária I de Pirajuí (Coordenadoria Noroeste), (cap. 850 - pop. 1116) - 10 reféns, encerrada em 15/5, às 13h10Penitenciária I de Mirandópolis (Coordenadoria Oeste), (cap. 804 - pop. 1159) - 1 reféns, encerrada em 15/5, às 12 horasPenitenciária de Assis (Coordenadoria Oeste) - cap. 750 - pop. 1064) - 13 reféns, encerrada em 15/5, às 11h45CDP de SJRio Preto (Coordenadoria Oeste) - cap. 760 - pop. 1113) - 2 reféns, encerrada em 14/5, às 21h15CDP I de Guarulhos (Coordenadoria da Capital e Gde SP) - (cap. 768 - pop. 1397) - 7 reféns, encerrada em 15/5, às 13 horasPenitenciária Feminina de Campinas (Coordenadoria Central) - (cap. 540 - pop. 583) - 6 reféns, encerrado em 15/5, às 10h30Penitenciária II de Franco da Rocha (Coordenadoria da Capital e Gde SP) - (cap. 852 - pop. 1211) - 6 reféns, encerrada em 15/5, às 14 horasPenitenciária de Pracinha (Coordenadoria Oeste) - cap. 520 - pop. 960) - 2 reféns, encerrada em 15/5, às 14 horasCDP de Hortolândia (Coordenadoria Central) - cap. 768 - pop. 1327) - 4 reféns, encerrada em 15/5, às 14 horasPenitenciária de Álvaro de Carvalho (Coordenadoria Noroeste), (cap. 792 - pop. 1242) - sem reféns, encerrada em 15/5, às 14h30CDP de Piracicaba (Coordenadoria Central) - (cap. 512 - pop. 1053) - 1 refém, encerrada em 15/5, às 14h50CDP de Americana (Coordenadoria Central) - (cap. 576 - pop. 935) - 5 reféns, encerrada em 15/5, às 14h10Cadeia Pública de São CarlosCadeia Pública ItuveravaCadeia Pública de ItápolisCadeia Pública de JandiraCadeia Pública de LemeCadeia Pública de OrlândiaCadeia Pública de Porto FerreiraCadeia Pública PiracicabaCadeia Pública TambaúCadeia Pública São SebastiãoCadeia Pública JundiaíCadeia Pública de Jaboticabal (cap. 52 - pop. 90) - encerrada por volta de 19 horas de domingo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.