Paulistanos têm uma semana para atualizar IPTU

Falta apenas uma semana para o fim do prazo de atualização cadastral dos imóveis que pagam IPTU. Quem perder o prazo, que se encerra no dia 31, pagará multa de R$ 58,80. Os que não fizerem a atualização pagarão R$ 117,60. No fim de setembro, de acordo com a Secretaria Municipal de Finanças, 900 mil dos 2,8 milhões de imóveis ainda estavam desatualizados.Mesmo a poucos dias do prazo final, os paulistanos ainda têm dúvida de como proceder. Há duas maneiras de se recadastrar: pela internet ou preenchendo o formulário que foi entregue junto com o carnê de IPTU. Nos dois casos, o contribuinte deve enviar o formulário e cópia de qualquer documento que comprove a propriedade do imóvel. Isso pode ser feito pelos Correios ou pessoalmente, em qualquer subprefeitura.No primeiro caso, o que vale é a data de postagem dos documentos: podem ser enviados até dia 31. A vantagem do contribuinte ao acessar o site Prefeitura de São Paulo é poder escolher o dia do mês em que prefere pagar o tributo a partir de 2007 e também o endereço em que deseja receber sua notificação de IPTU no próximo ano. Outro benefício é o direito de pedir até 50% de abatimento no IPTU com a apresentação de notas fiscais eletrônicas de serviços (NF-e).A Subprefeitura de Santo Amaro vai atender das 8h às 20h nesta última semana para facilitar a atualização. Já a de Jaçanã/Tremembé não vai ampliar oficialmente o horário, mas garantiu que atenderá até o último contribuinte. Em M´Boi Mirim, o horário deve ser ampliado.Dos 1.000.206 isentos que teriam de se recadastrar até março, 71 não realizaram o procedimento. Essas pessoas podem perder a isenção. A Prefeitura disponibiliza o telefone 156 para mais informações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.