Pavilhões do Carandiru serão implodidos no domingo

Três pavilhões da Casa de Detenção, no Carandiru, em São Paulo, serão implodidos no domingo. O secretário da Administração Penitenciária (SAP), Nagashi Furukawa, que está realizando hoje uma última visita ao local, considera a destruição do presídio uma "virada de página" para um novo modelo de administração. Durante entrevista concedida há pouco à Rádio Eldorado AM, ele adiantou que a implosão ocorrerá "pontualmente" às 11 horas e que os outros quatro pavilhões preservados serão utilizados para abrigar uma unidade da Faculdade de Tecnologia (Fatec), ONGs e centros de cultura e informática. "O contrato para a implantação da primeira fase do parque será assinado nesta sexta-feira e as obras já se iniciam na segunda", garantiu o secretário. A implosão dos pavilhões será simultânea e deve demorar apenas dez segundos.s Bandeirantes.

Agencia Estado,

05 de dezembro de 2002 | 11h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.