PCC: 37 integrantes são presos em operação da PF

A Polícia Federal prendeu 37 integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) e desfez o mais ambicioso plano da facção: roubar duas agências bancárias no centro de Porto Alegre, do Banrisul e da Caixa Econômica Federal. A Operação Facção Toupeira desbaratou o grupo responsável pelo mais ambicioso plano do PCC desde o furto de R$ 164,7 milhões do Banco Central de Fortaleza, em 2005. De quebra, pôs atrás das grades líderes do bando como Lucivaldo Laurindo, de 33 anos, o Torturado, e Carlos Alberto da Silva, de 27, o Balengo, suspeito de ter liderado o seqüestro do repórter Guilherme Portanova, da TV Globo. O Ministério da Justiça comemorou. "É um golpe forte no crime organizado naquilo que ele tem de oxigênio, que é o dinheiro", disse em São Paulo o ministro Márcio Thomaz Bastos.O bando preparava outros ataques. Mal havia concluído a ação no Sul e um novo túnel era escavado em Maceió, para furtar outro banco. A PF deteve dois homens em Alagoas. Foram feitas prisões em São Paulo (7), Rio Grande do Sul (27) e Piauí (1).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.