PCC: resgate pelo dinheiro do BC

O PCC estava articulando o resgate de nove detentos envolvidos no megafurto do Banco Central de Fortaleza, em 2005, pra ter acesso a parte do dinheiro levado do BC, R$ 164,7 milhões. A Polícia Federal apurou que o PCC, responsável pelo furto, o maior da história do País, queria que os presos apontassem o local onde esconderam o dinheiro e também voltassem a participar de grandes assaltos.Numa operação sigilosa, a PF transferiu os nove detentos de Fortaleza para a penitenciária federal de segurança máxima de Campo Grande, anteontem. A medida foi determinada pela Justiça do Ceará depois que a inteligência da PF detectou a articulação financiada pelo PCC para o resgate. Os detentos ficarão em Campo Grande pelo prazo provisório de um ano. Dos R$ 164,7 milhões roubados do BC, menos de 20% foram recuperados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.