Pedágio será mais barato na Ayrton Senna e Carvalho Pinto

A partir do dia 24, as tarifas dos quatro pedágios do sistema Ayrton Senna/Carvalho Pinto vão baixar dos atuais R$ 27 para R$ 13. As duas estradas que levam ao litoral norte, ao Vale do Paraíba e à região de Campos do Jordão passarão a ser administradas pela iniciativa privada. Hoje são operadas pela Dersa, empresa ligada ao governo do Estado.A licitação que transferiu a concessão do sistema à iniciativa privada foi vencida em outubro do ano passado pelo grupo Triunfo Participações e Investimentos, que ofereceu preço médio nas praças de pedágio 55% menores que os atuais.Na época, a proposta da Triunfo foi de R$ 0,048560 por quilômetro, o que representa um deságio de 54,99% sobre o teto estipulado pelo governo do Estado, de R$ 0,107910 por quilômetro em pista dupla. São quatro as praças de pedágio nas estradas, duas em cada uma. Na Ayrton Senna, pagam-se hoje R$ 8,60 em Itaquaquecetuba e mesmo valor na praça de Guararema. Na Carvalho Pinto são R$ 4,90 na praça de São José dos Campos e valor idêntico em Caçapava. Com os novos valores, na próxima semana, o motorista vai pagar R$ 3,60 em Itaquaquecetuba e R$ 3,40 em Guararema. Em São José dos Campos, a tarifa baixará para R$ 3,40 e para R$ 2,60 em Caçapava.Ao governo do Estado, a concessionária terá de pagar uma outorga de R$ 549 milhões num prazo de 18 meses. Pelo contrato a ser assinado, 20% desse valor deve ser quitado à vista, o que provocaria um depósito nas contas da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) de R$ 118 milhões nos próximos dias.Com a concessão, a empresa poderá explorar o corredor de 142 quilômetros por 30 anos. Estão previstos investimentos da ordem de R$ 900 milhões nesse período.AMPLIAÇÃOEntre os investimentos está melhoria e ampliação de trecho da Marginal do Tietê na chegada da Ayrton Senna à capital e a Via Dutra. O bairro dos Pimentas, em Guarulhos, ganhará uma marginal para facilitar o trânsito local. Na Rodovia Hélio Smidt (SP-019), que leva ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, será construída uma terceira faixa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.