Pediatra pede exame de ressonância em bebê anencéfalo

A pediatra Márcia Beani Barcellos encaminhou ao Sistema Único de Saúde (SUS), na segunda-feira, 26, o pedido de um exame de ressonância magnética de Marcela de Jesus Ferreira, que nasceu em 20 de novembro último com anencefalia (sem cérebro). Segundo a médica, a família Ferreira não tem convênio e por isso ela aguarda uma resposta do SUS. "Esse pedido é para documentar melhor esse caso de anencefalia, que é atípico, mas não irá alterar nada", comentou Márcia. No entanto, a ressonância magnética possibilitará a verificação de como está o desenvolvimento do crânio da menina. "Esse exame é mais sofisticado que a tomografia computadorizada." Na pesagem feita nesta terça-feira, Marcela engordou 100 gramas numa semana, chegando aos 3,560 quilos. Márcia lembrou que Marcela já fez uma tomografia, no primeiro dia de vida, em Franca. Foi o único dia que o bebê saiu da Santa Casa de Patrocínio Paulista, onde fica sob os cuidados médicos e da mãe, Cacilda Galante Ferreira, que não foi para casa, na zona rural, desde então. Se o SUS autorizar a ressonância magnética, Marcela terá que fazer o exame no Hospital São Joaquim, em Franca, o único que tem o equipamento na cidade. Segundo a pediatra, o estado clínico de Marcela permanece estável, respirando durante alguns períodos sem o auxílio do capacete de oxigênio. A família Ferreira procura um imóvel para alugar na cidade, mas não tem pressa. Além do mais, teria outros custos, como contratar alguém para ajudar Cacilda nos cuidados com a filha. Para ter alta hospitalar, Marcela precisaria ficar perto da Santa Casa para qualquer emergência. A casa da família fica na zona rural, a 18 quilômetros da cidade. Marcela tem apenas uma pequena parte do encéfalo (cérebro), que a mantém viva. A menina já superou todas as expectativas médicas em seu quadro clínico, já com três meses e nove dias de vida.

Agencia Estado,

27 Fevereiro 2007 | 16h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.