Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Pedófilo é condenado a 18 anos de prisão

Dezoito anos de reclusão em regime fechado foi a pena aplicada pela Justiça de São Paulo a Helder Nazário de Lima, que fazia parte de um grupo de pedófilos que agia na capital e no interior. Foram também condenados Erivaldo Francisco da Silva (1 ano e 2 meses), Elias Severino da Silva (1 ano) e Carlos Augusto Lopes da Silva (1 ano).Carlos e Elias vão prestar serviços à comunidade. Erivaldo e Nazário de Lima vão ficar na cadeia. O juiz Hugo Leandro Maranzano, da 21ª Vara Criminal da capital, afirmou na sentença que, agindo em conjunto ou isoladamente, os condenados se associaram para corromper adolescentes, abusar sexualmente e fotografar crianças em posições pornográficas.A denúncia de um rapaz de 17 anos - vítima de abuso sexual pelo grupo quando tinha 11 anos - deu início, no começo de 2001, à investigação chefiada pelo delegado Arli Antonio Reginaldo, do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), da Polícia Civil. O policial identificou vítimas dos pedófilos - que agiam desde 1993 -, ouviu os menores e os pais.Os meninos eram aliciados em portas de escolas, fliperamas e parques públicos. Nazário de Lima publicava anúncios em revistas de crianças para se aproximar dos meninos. Ele promovia encontros em chácaras e sítios, nos quais o grupo fotografava e filmava os garotos, além de abusar sexualmente deles.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.