Pedófilo fugitivo do Brasil será extraditado para Alemanha

A Justiça paraguaia autorizou a extradição para a Alemanha do pedófilo e estelionatário alemão Gunter Merz, também condenado a 13 anos e seis meses de prisão no Brasil por pedofilia. O juiz Manuel Aguirre, de Assunção, atendeu ao pedido da Alemanha para evitar que o crime de estelionato expirasse. Merz embarcou no final da tarde de quarta-feira, escoltado por agentes da Interpol.Na Alemanha, onde também havia sido condenado por pedofilia na cidade de Menngigen, Merz foi condenado, em setembro de 2006, por um tribunal de Ludwighafen por aplicar um golpe em cerca de 200 pessoas, oferecendo, por meio de anúncio em jornais, empréstimos em bancos paraguaios. Os interessados tinham que depositar taxas administrativas para obter os empréstimos, que jamais liberados. Com o golpe, ele abocanhou 4 bilhões de marcos.Merz foi preso em Foz do Iguaçu em 6 de maio de 1997 em posse de 70 vídeos de crianças praticando sexo. Ele fugiu para o Paraguai, onde foi capturado em 2001. O Brasil pedia sua extradição desde 1999.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.