Pedra é provável causa de acidente que matou 5 na Bahia

Uma pedra atirada no pára-brisa é a mais provável causa do acidente de ônibus que matou cinco pessoas e deixou 26 feridas na manhã deste sábado no município de Simões Filho, região metropolitana de Salvador. Segundo passageiros que estavam nas poltronas da frente, o motorista se assustou com o impacto e perdeu a direção.Por volta das 7h30, o ônibus caiu num barranco de cerca de 3 metros, no km 4 da rodovia BA-093, e tombou, esmagando o corpo do motorista Alberto Luis da Costa, 27 anos. Ele ficou preso nas ferragens e morreu no local.Um passageiro também morreu no local do acidente e outros três ao receberem os primeiros socorros em hospitais da região.A operação de resgate comandada pela Polícia Rodoviária Estadual durou cerca de cinco horas e congestionou o tráfego na rodovia. O ônibus da empresa Regional levava trabalhadores da cidade vizinha de Camaçari para Simões Filho.

Agencia Estado,

27 de março de 2004 | 16h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.