Pedreiro é morto a tiros na porta de casa em Sertãozinho

O pedreiro Pedro Mariano da Silva, de 57 anos, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Sertãozinho, foi morto na noite de ontem, quando chegava em sua residência, no bairro Jardim Alvorada. Ele estava de bicicleta e acabava de sair de um culto evangélico quando foi atingido por três tiros. Ele foi socorrido, mas não resistiu. A polícia investiga o caso, mas não tem pistas. Neste ano, já foram registradas 27 mortes violentas em Sertãozinho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.