Pedreiro estuprou as enteadas

Acusado de estuprar sistematicamente duas enteadas, um pedreiro de 40 anos, morador de Samambaia, foi preso anteontem pela Polícia Civil de Brasília. Segundo as vítimas, os abusos começaram em 1999, quando a mais velha, hoje com 18, tinha 9. A segunda, de 14, começou a sofrer abusos há pouco mais de um ano. Os nomes dos envolvidos estão sob sigilo. O agressor ameaçava as enteadas de morte e as estuprava de duas a três vezes por semana. A mãe das adolescentes negou saber dos abusos, mas uma delas a desmentiu.Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, uma dona de casa de 34 anos é suspeita de ser conivente com o abuso do filho de 13, em troca de dinheiro para o aluguel e cestas básicas. Ela, que não teve o nome divulgado, e o auxiliar de serviços gerais Álvaro Aparecido Ferreira, de 22, foram presos anteontem. Ferreira teria participado dos abusos ao lado de Levi Cançado Lacerda, ex-chefe do Cartório Eleitoral da Cidade, preso desde abril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.