Pedreiro morre soterrado em Campinas

O pedreiro Robson Gonçalves, de 25 anos, morreu soterrado em uma casa em construção no condomínio Alphaville, em Campinas, no início da tarde desta quinta-feira. Ele estava em pé dentro de um buraco feito para receber um muro de arrimo quando a terra desabou sobre ele. Segundo o Corpo de Bombeiros, o buraco tinha 2,5 metros de profundidade e a cabeça do pedreiro foi coberta por pelo menos dois palmos de terra. Gonçalves já estava morto quando a terra foi removida.Os bombeiros foram chamados pelos homens que trabalhavam com Gonçalves, que tentaram socorrê-lo, mas não conseguiram retirar a terra. A equipe constatou que a morte foi por asfixia. Segundo os Bombeiros, a Polícia Técnica periciou o local para determinar a causa do acidente e apurar responsabilidades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.