Pela internet, deputado cobra definição do PSB

Em carta divulgada em site, Ciro cobra ''ousadia'' do seu partido para concorrer em todas as[br]instâncias de poder

Marcelo de Moraes, O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2010 | 00h00

Em carta postada no seu site, o deputado Ciro Gomes (PSB-CE)cobrou do partido a confirmação de seu nome como pré-candidato à Presidência. Na prática, ele parece perceber que o comando do PSB não tem interesse na candidatura própria, preferindo apoiar a petista Dilma Rousseff.

Ciro lembrou que sua saída da disputa pode até reduzir as chances de vitória de Dilma, favorecendo o tucano José Serra. "Para encerrar um falso dilema que tem ocupado as páginas de jornal, discordo plenamente que minha eventual candidatura acabe prejudicando a estratégia da candidatura oficial. Ao contrário, basta ler as pesquisas de opinião para ver que, quando meu nome é retirado, a vida do candidato do PSDB se torna mais tranquila", diz Ciro no seu site.

Ciro afirma que o momento será decisivo para que o partido defina "se quer ser gente grande ou continuar pequeno e dependente de outros partidos". "Está na hora de decidir se vamos alimentar a estrutura e a estratégia dos nossos aliados ou se vamos exercer a opção que a democracia nos apresenta de concorrer com candidatos em todas as instâncias de poder no primeiro turno."

Ciro avalia que, mesmo derrotada, a candidatura própria ajudaria a consolidar a marca nacional do PSB. "A tese que defendo é que time que não joga não forma torcida", diz. "Se tivermos a ousadia de fazer uma campanha casada em todos os níveis poderemos eleger importantes bancadas nas Assembleias estaduais, na Câmara e no Senado. Já imaginaram, então, se a nossa mensagem empolgar? E se algum dos favoritos escorregar e cair? Podemos chegar até mais longe."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.