Pelo segundo ano, Foz do Iguaçu é cidade mais violenta para jovens

Cidade do Paraná tem 11,8 homicídios de adolescentes para cada mil habitantes, aponta IHA

BBC Brasil, BBC

08 de dezembro de 2010 | 12h06

RIO - A cidade de Foz do Iguaçu, no Estado do Paraná, ficou pelo segundo ano seguido no topo da lista das localidades onde os adolescentes têm a maior probabilidade de ser assassinados, segundo estudo divulgado nesta quarta-feira. O levantamento foi realizado pelo Laboratório de Análise da Violência da Uerj, com apoio da Secretaria de Direitos Humanos, em parceria com o Unicef.

 

O Índice de Homicídios na Adolescência (IHA) expressa o número de adolescentes que, tendo chegado à idade de 12 anos, não alcançará os 19 anos porque terá sido vítima de homicídio. Em Foz do Iguaçu, esse índice é de 11,8 para cada mil habitantes, com base em dados de 2007. Houve, portanto, uma piora em relação ao levantamento do ano passado (referente a 2006), quando o IHA da cidade paranaense havia ficado em 9,7.

 

A lista das cidades mais violentas para um adolescente segue com Cariacica (ES), Olinda (PE), Recife (PE), Maceió (AL), Itaboraí (RJ) e Vila Velha (ES). Como o estudo ainda está em sua segunda edição, os pesquisadores ponderam que ainda é cedo para identificar qualquer tendência.

 

Feita a ressalva, é possível observar que houve uma piora no IHA médio do país, que saiu de 2,51 para 2,67, um aumento de 6%. Ainda de acordo com o levantamento, que pesquisou 266 municípios, estima-se que o número de adolescentes assassinados entre 2007 e 2013 chegue a quase 33 mil, caso as condições que prevalesciam nessas cidades, em 2007, não mudem.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.