Pensão de anistiado é suspensa pelo TCU

DISTRITO FEDERAL

, O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2010 | 00h00

O procurador do Tribunal de Contas da União (TCU), Marinus Marsico, pediu a suspensão da indenização paga a um taifeiro da Aeronáutica que recebia valor equivalente ao pago à patente de capitão. O beneficiário, cujo nome não foi divulgado, recebia pensão como anistiado político. Segundo Marsico, um taifeiro nunca chegou ao posto de capitão. Na carreira militar, taifeiro é a primeira graduação após recruta. Agora o processo será julgado no TCU pelo ministro Marcos Bemquerer. Não há data definida para a decisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.