Pequim, urgente!

Tutty Vasques escreve todos os dias no portal Estadao.com.br, de terça a sábado neste caderno e aos domingos no caderno Aliás

Tutty Vasques, O Estadao de S.Paulo

15 Agosto 2008 | 00h00

O melhor da Olimpíada para o Brasil não são, evidentemente, os resultados. Ou já teríamos - com o desprezo histórico que cultivamos pelo segundo lugar - perdido inteiramente o interesse pela competição. Alguém aí por acaso se dará por satisfeito com uma medalha de prata para o time do Bernardinho ou do Dunga? O melhor da Olimpíada para o Brasil é a chance que os meios de comunicação aproveitam para variar de assunto. Brasília já não é mais o único centro de atenções e o povo nas ruas parou um pouco de repetir o mantra da pouca-vergonha. "Coitada da Edinanci", comentava-se ontem nos pontos de ônibus o triste adeus da judoca em Pequim. Ninguém deu a menor bola para o depoimento de Daniel Dantas na CPI dos Grampos. Vínhamos de uma madrugada difícil, fomos dormir em 39º lugar no quadro de medalhas, mas ganhamos o dia com o ligeiro declínio da quantidade de notícias enguiçadas produzidas no Congresso. Lamentavelmente, a guerra no Cáucaso também ajudou a renovar o conteúdo das primeiras páginas - nada que uma boa vitória contra Camarões não espante das manchetes. OLHA QUEM FALA Bernardinho fez uma piada: pediu mais alegria a seus jogadores. Como se fosse possível se divertir com o técnico engolindo a mão até o punho à beira da quadra. RECURSO EXTREMO Dunga pode ainda conseguir habeas corpus no STF para não ter de enfrentar Camarões na Olimpíada. A luta continua! Desabafo de um fã de João Gilberto, que, fracassadas as tentativas via internet e telefone para garantir lugar na platéia do artista, saiu à caça de um bom e velho cambista em São Paulo: "Está mais fácil conseguir ingresso para a final dos 100 m rasos em Pequim do que para os shows no Auditório Ibirapuera." Lembra vagamente Agora que está voltando a si, Amy Winehouse começou a falar coisa com coisa. Sua linha de raciocínio ainda preocupa. Cismou, por exemplo, que o estádio Ninho de Pássaro, em Pequim, foi inspirado em seu penteado. Os médicos pediram para não contrariá-la. Barbada Sem algemas, francamente, não há quem segure Michael Phelps. Menina Maísa: suspeita de fraude O caso da chinesinha dublada na abertura da Olimpíada está dando pano pra manga no SBT: corre na emissora o boato de que a voz da menina Maísa é, na verdade, de Adriane Galisteu. O que pode até explicar por que Silvio Santos paga R$ 500 mil por mês à apresentadora adulta. Aos 82 anos... Jerry Lewis explicou, enfim, a origem da arma encontrada em sua bagagem em Las Vegas: "Eu a ganhei de presente durante um evento para a Associação de Distrofia Muscular." Isso quer dizer o seguinte: o comediante está inteiramente gagá. Tudo em cima Nelson Jobim foi categórico: "O passado já passou." Isso quer dizer o seguinte: o ministro não está assim tão perdido no tempo quanto se diz por aí.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.