Pereira e Saito vão depor na CPI do Apagão nesta semana

Deputados também vão ouvir presidente da TAM, representante da Airbur e diretor da Pantanal

30 Julho 2007 | 09h07

José Carlos Pereira, presidente da Empresa Brasileira de infra-estrutura Aeroportuária (Infraero), e Juniti Saito, comandante da Aeronáutica, devem depor à CPI do Apagão Aéreo da Câmara nesta semana. Pereira depões na tarde de terça-feira, 31, e Saito fala aos deputados na quarta-feira, 1º. Ao todo, seis depoimentos estão agendados para esta semana, entre eles os do presidente da TAM, Marco Antonio Bologna; e do representante da Airbus no Brasil, Mário Sampaio.   Jobim tem primeira reunião com Conac nesta segunda Passageiros antecipam check-in, mas movimento é calmo Crise atinge Aeroporto de Cumbica Cumbica fez vizinhança adensar Jobim vai criar gabinete de crise   Bologna e Sampaio devem prestar esclarecimentos sobre o avião Airbus A-320 da TAM que fazia o vôo 3054 e explodiu no dia 17, no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, e deixou 199 mortos. Eles serão ouvidos na quinta-feira, dia 2, às 9 e às 14 horas.   Na manhã de terça, a CPI ouvirá o diretor-presidente da Pantanal Linhas Aéreas, Marcos Sampaio Ferreira. Um avião da companhia derrapou na pista de Congonhas no dia anterior ao acidente com o Airbus da TAM. Na tarde de terça, o superintendente de Empreendimentos de Engenharia da Infraero, Armando Schneider Filho, e o presidente da estatal devem falar aos deputados. O novo depoimento de Pereira foi sugerido pelo relator da CPI, deputado Marco Maia (PT-RS).   Na quarta-feira, 1º, às 11 horas, Saito deve falar aos deputados. Após o depoimento do comandante da Aeronáutica, os deputados do PSOL Ivan Valente (SP) e Luciana Genro (RS) vão decidir se colocam em pauta o requerimento para realização de uma acareação entre autoridades federais e os presidentes da TAM e da Gol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.