Pereira: não é possível fechar o aeroporto

O presidente da Infraero, brigadeiro José Carlos Pereira, disse ontem que, no momento, não é possível fechar o Aeroporto de Congonhas. ''''Só se alguém me disser onde vamos colocar 20 milhões de passageiros'''', disse Pereira, referindo-se ao número estimado de usuários do aeroporto por ano. Indagado sobre as pressões que estaria recebendo para deixar o cargo, Pereira respondeu que, neste momento, só está cuidado das investigações sobre o acidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.