Perfil do aposentado Tadeu Dias de Moraes

Grande apreciador de música clássica, o fiscal aposentado Tadeu Dias de Moraes, de 65 anos, embarcou no voo 447 da Air France para uma longa jornada na Europa. Sua primeira parada seria na Escandinávia, onde assistiria a uma série de concertos.

Daniele Carvalho, O Estado de S.Paulo

03 de junho de 2009 | 19h18

 

"Conversei com Tadeu no sábado. Ele estava muito animado com a viagem. Falamos longamente sobre o roteiro", conta Paulo Tsakiridis, dono de uma rede de locadoras de filmes no Rio e amigo de Moraes há 32 anos. Ele lembra que além da Escandinávia, o fiscal tinha planos de ir à Itália e à Alemanha. "Tadeu tinha o costume de viajar para a Europa, principalmente para circuitos culturais. Ele estava animado porque se aposentou há cerca de um ano e poderia aproveitar mais", conta com tristeza o amigo.

 

Paulo Tsakiridis conta que Moraes chegou a convidá-lo para a viagem. "Mas como eu já tinha uma viagem planejada para Nova Iorque com meus netos no final de maio, disse a ele que não poderia ir", narra ele. O fiscal chegou a cogitar a hipótese de embarcar no voo das 16h da Air France. "Mas ele achou melhor pegar um voo mais à noite, que pudesse dormir melhor", acrescenta o comerciante. Tadeu Dias de Moraes era solteiro e não tinha filhos. Seu irmão, Josafa Dias de Moraes, faz parte da comissão de parentes das vítimas que acompanha o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.