Perguntas e respostas

Os imbróglios dos socialistas

, O Estado de S.Paulo

18 de abril de 2010 | 00h00

1.

Por que Ciro Gomes pressiona o partido para definir sua candidatura à Presidência?

Porque, apesar de os partidos só poderem oficializar seus candidatos em junho, depois da realização de convenções, os dois principais adversários na corrida presidencial, o tucano José Serra e a petista Dilma Rousseff, já confirmaram que serão candidatos à Presidência.

2. Por que o PSB é importante para a candidatura da petista Dilma Rousseff?

Sem Ciro na corrida presidencial, a petista ganha mais tempo na propaganda eleitoral gratuita nas rádios e Tvs. O PSB tem direito a 1 minuto e 11 segundos.

3. O PSB pode lançar candidatos próprios nos Estados e apoiar Dilma, que é candidata de outro partido da base aliada?

Sim. O voto não é vinculado.

4. O PSB vai lançar candidatos próprios nos Estados?

Sim. Por enquanto, em Pernambuco o governador Eduardo Campos (foto) já confirmou que vai concorrer à reeleição. O partido também confirmou a candidatura de Cid Gomes à reeleição no Ceará. No Rio Grande do Norte, o governador socialista Eraldo Paiva também vai tentar a reeleição. No Amazonas, o PSB deve lançar o ex-prefeito de Manaus, Serafim Corrêa.

5. Ciro tem algum apoio do partido para se candidatar à Presidência?

Sim. Parte do integrantes do partido é simpática à sua candidatura, principalmente porque isso aumentaria a bancada do PSB no Congresso.

6. Qual o tamanho da bancada do PSB na Câmara?

O partido tem atualmente 27 deputados federais.

7. E no Senado?

São 2 senadores: Antonio Carlos Valadares e Renato Casagrande.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.