Perícia no Santana é feita no local

Peritos do Instituto de Criminalística (IC) começaram agora há pouco a examinar e a fotografar o Santana azul encontrado na casa de Embu, onde possívelmente Celso Daniel teria sido mantido em cativeiro. Segundo o perito criminal Carlos Fontinias, as informações resultantes da perícia, só serão divulgadas pelo Departamento de Homícidios e Proteção a Pessoa (DHHP), onde estão concentradas as informações. O que se faz no momento é uma busca de impressões digitais por toda a parte externa do veículo. Depois de terminada esta perícia, o carro será levado para um prédio do Insituto no Butantã. O carro já foi todo fotografado externamente e depois o mesmo ocorrerá com o seu interior.

Agencia Estado,

26 de janeiro de 2002 | 15h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.