Perillo derrota Iris Rezende e será governador pela 3ª vez

Ex-prefeito de Ariquemes por dois mandatos, Moura derrotou o candidato reeleição,João Cahulla, do PPS

Rubens Santos ESPECIAL PARA O ESTADO GOIÂNIA, O Estado de S.Paulo

01 Novembro 2010 | 00h00

GOIÁS

O tucano Marconi Ferreira Perillo Júnior, de 47 anos, venceu com 52,99% dos votos válidos o segundo turno e vai comandar o Estado de Goiás pela terceira vez. O candidato do PMDB, Íris Rezende Machado, de 76 anos, somou 47,01%.

"Enfrentamos a máquina do governo federal, a máquina do governo estadual, as mais importantes prefeituras de Goiás e o poder econômico", disse Perillo. "Vencemos porque temos uma militância apaixonada, que acredita na força de nossas propostas."

Íris reconheceu a derrota quando os votos ainda estavam sendo apurados. "Vou pra casa agora", disse Íris. "Recebi o resultado com a alma lavada, de coração aberto. Isso faz parte do processo democrático."

Para o deputado Daniel Goulart (PSDB) um dos desafios imediatos é a receita prevista para 2011, de R$ 16,2 bilhões, insuficiente diante da dívida pública de R$ 18 bilhões. Outra questão é melhorar a infraestrutura do Estado, que exige investimentos de R$ 47 bilhões em quatro anos.

O fato positivo para Perillo é que o PSDB já conquistou a maioria na Assembleia Legislativa, apoiado por uma ampla base de aliados (DEM, PTB, e PTdoB), além do PP, que passou a apoiar Perillo no segundo turno.

Marconi começou na política nos anos 80. Aos 18 anos foi eleito presidente do PMDB jovem, e nunca mais perdeu uma eleição. Elegeu-se deputado federal, em 1994, duas vezes governador, em 1998 e 2002, e senador em 2006.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.