Perillo quer que Senado apure 'papéis falsos'

O primeiro vice-presidente do Senado, Marconi Perillo (PSDB-GO), encaminhou ontem representação ao presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), solicitando que a Corregedoria do Senado investigue falsificação de procuração e passaporte em seu nome, que teriam sido utilizados para abertura de conta bancária no exterior.

Ana Paula Scinocca de Brasília, O Estado de S.Paulo

13 de abril de 2010 | 00h00

Perillo subiu à tribuna do Senado para afirmar que um dossiê anônimo contra ele foi encaminhado para sua residência na semana passada, no mesmo dia em que sua pré-candidatura ao governo de Goiás foi lançada pelo microblog Twitter.

"Não tenho nenhuma conta bancária fora de Goiânia. Estou sendo vítima de mais uma cilada daqueles que estão utilizando ferramentas do mal", discursou o senador goiano da tribuna. "Trata-se de um dossiê fajuto."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.