Pernambuco deve chegar a SP por volta de 21h

Paulo César da Silva Marques, o Pernambuco, 32 anos, acusado de ter matado o jovem Felipe Caffé, em São Paulo, está sendo aguardado na sede da Polícia Civil em Recife. Três delegados de São Paulo, que investigam o caso, chegaram na madrugada, poucas horas antes da prisão do acusado. Ele foi detido, dentro de um ônibus, em Petrolina, no Sertão. A polícia de Pernambuco já tinha posse de foto e descrição do suspeito, enviada por e-mail pela polícia paulista. O delegado regional de Petrolina, Luiz Bezerra dos Santos, deslocou 10 policiais para fiscalizar ônibus vindos de São Paulo. Paulo César estava num veículo que se dirigia à cidade de Patos, Interior de Paraíba. Demonstrou nervosismo quando a polícia entrou no ônibus, não negou o nome e estava em posse da identidade. Pernambuco disse ter participado do crime, mas nega ter atirado no rapaz. Ele será levado, ainda hoje, para São Paulo, onde deverá chegar, escoltado, por volta das 21 horas. O delegado da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Antonio Mestre Júnior, de 50 anos, disse que a reconstituição do crime poderá ocorrer ainda nesta semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.