Pérola Negra pretende mostrar Jaguariúna no Anhembi

Escola terá ao todo 3.200 componentes e cinco carros alegóricos para contar a história da cidade

Elisa Estronioli, do Jornal Da Tarde,

17 de janeiro de 2008 | 18h04

A Pérola Negra quer se firmar de vez no Grupo Especial de São Paulo. Para isso, a escola irá levar para o sambódromo um pedacinho do Interior de São Paulo com o tema 'A onça vai beber água! Jaguariúna: desenvolvimento e qualidade de vida nos trilhos do tempo'. A idéia é retratar a cidade de 36.800 habitantes, distante 120 km da capital. Segundo o carnavalesco Delmo de Moraes, que estréia na escola este ano, o enredo vai mostrar que não só de rodeio vive essa cidade do Interior paulista. Também serão focadas a história e a riqueza da cidade, sua cultura e seus costumes, a culinária, a economia e as belezas naturais.  A escola terá ao todo 3.200 componentes e cinco carros alegóricos para contar a história de Jaguariúna. No carro abre-alas, diz o carnavalesco, será representada a 'pré-história' da cidade: a origem do nome, que significa 'rio da onça preta' em tupi-guarani, e o papel dos indígenas e dos bandeirantes em sua fundação. Seguindo no desfile, o segundo carro levará uma maria-fumaça trazendo o "progresso" para a região, conduzido pela mão do negro e, como não poderia deixar de ser, pela cultura do café. E atenção especial para os dez velhinhos que desfilarão na maria-fumaça: todos eles já foram condutores desse transporte sobre trilhos numa época em que as rodovias ainda não haviam dominado o Interior paulista. E esses senhores não serão os únicos convidados de Jaguariúna para desfilar na avenida. No terceiro carro, em que serão retratados os costumes atuais, estarão personalidades e famílias tradicionais da cidade homenageada. Delmo de Moraes adianta que nesse carro haverá uma surpresa: serão vitrais feitos "de um material comum, mas que nunca foi usado em um desfile de carnaval". É esperar para ver. O quarto carro, dedicado ao turismo e às festividades, vai celebrar o famoso rodeio de Jaguariúna, um dos mais famosos de todo o País. Nele a Pérola Negra promete levar para a avenida as maiores estrelas dos rodeios brasileiros. O quinto e último carro a entrar no Anhembi será dedicado à beleza natural da região, com um apelo pela preservação da natureza.  Samba-enredo Minha Vila MadalenaFazendo um poema, pra te conquistarNas garras da onça, a Pérola NegraVai viajar, uma 'estrela' a me guiarPra desvendar, os caminhos do sertãoSeu nome na história, o índio deixouE o bandeirante se encantou A mão do negro conduzindo o progresso do BrasilNo ciclo da cana ou café Nos trilhos do tempo; a imigração surgiu Cidade encantada, divina criaçãoJaguariúna é inspiraçãoO Sol a brilhar! Clareia!Um azul no céu! E a luz das estrelas!O aroma do campo que paira no arTem 'doce sabor' para o seu paladarNas festas tem amor e devoçãoNo circuito das águasA alma em purificaçãoE na maria-fumaçaA história se passa, a evoluçãoTem festa de rodeio, pra tocar o coração Segura peão! Hoje faz parte do cenário nacionalVirou pólo industrialMantendo a preservaçãoSempre com fé e trabalho para o futuro da nação Raio X da escola Componentes: 3.200Alas: 25Carros alegóricos: 5Bateria: 250Baianas: 140Colocação em 2007: 11ª

Tudo o que sabemos sobre:
Carnaval 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.