Perseguição, tiroteio e morte na Rodovia Fernão Dias

Um casal de bandidos foi perseguido por cerca de 20 minutos na noite desta quinta-feira e um dos crimimosos acabou morto, após uma fuga pelas ruas de Mairiporã, na Grande São Paulo, e pela Rodovia Fernão Dias, no trecho de Atibaia, já no interior do Estado.Armados com duas pistolas calibre 380, Viviane Pereira de Queiroz, de 25 anos, e Eucinei Paixão de Souza, de 28, renderam, por volta das 22h30, dois funcionários da Indústria de Máquinas Profama, localizada na altura do km 56 da pista sentido São Paulo-Belo Horizonte Fernão Dias, no bairro de Terra Preta, em Mairiporã. Ocupando um Gol de placas BGE 2181/Mauá, furtado, Viviane e Eucinei aproximaram-se dos funcionários com a desculpa de que o carro estava com problemas e precisavam de ajuda. As vítimas foram abordadas e colocadas dentro do Gol."A intenção do casal era arrancar dos homens informações sobre uma empresa ao lado para posteriomente assaltá-la; mas, quando viram a aproximação de uma viatura policial de Mairiporã, o casal fugiu, levando os dois funcionários como reféns", relatou o tenente Paulo Roberto de Lima, da 3ª Companhia do 34º Batalhão de Policiamento do Interior (BPM/I), de Atibaia.Policiais militares de Mairiporã, do 26º BPM/M, durante a perseguição, que se estendeu à rodovia Fernão Dias, pediram auxílio de colegas de Atibaia. Na alça de acesso ao perímetro urbano de Atibaia, Eucinei perdeu o controle do Gol e caiu numa vala entre as duas pistas. Viviane desceu do carro, jogou-se ao chão, mesmo armada, e se rendeu; mas Eucinei disparou contra os PMs e acabou baleado, morrendo posteriormente no hospital. Os dois funcionários da indústria não sofreram ferimentos, segundo a polícia.Eucinei já possuia passagem por roubo à mão armada; Viviane, levada para a Delegacia de Atibaia, onde foi indiciada por tentativa de roubo, já possui em sua ficha criminal indiciamento por falsidade ideológica. De acordo com a PM, a proprietária do Gol furtado não sabia, até antes do desfecho da ocorrência, que seu carro havia sido levado por bandidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.