Peruano é preso com cocaína em frasco de xampu na zona sul

O diretor de telecomunicações peruano Juan Carlos Zuniga Sainz, de 36 anos, foi preso, na noite da última sexta-feira, 4, pelo Departamento de Investigações Sobre Narcóticos (Denarc) acusado de fornecer cocaína para que o anfitrião de uma festa nos Jardins, zona sul da capital paulista, presenteasse cada convidado com uma porção gratuita.De acordo com o Denarc, a droga trazida pelo peruano estava em forma líquida, acondicionada em um frasco vermelho de xampu da marca L`Oreal. Para dissimular o tráfico, o acusado encheu parte do recipiente com a droga e introduziu um preservativo com xampu original, preso à boca do tubo.Quando o frasco era pressionado, o xampu emergia, escondendo a cocaína líquida. Segundo policiais da 1ª Delegacia do Núcleo de Apoio e Proteção às Escolas (Nape), os traficantes depois, com processo químico, separariam a cocaína do cosmético.Ainda segundo o Denarc, a história da festa foi contada pelo próprio acusado, morador em Santo Domingo, na República Dominicana, que afirmou ter sido contratado por um traficante que mora em Lima, no Peru.Sainz foi detido numa churrascaria na zona sul. O acusado entregaria a droga para o dono da festa, de quem receberia o dinheiro do pagamento.Outras apreensões Ainda na sexta-feira, 4, segundo o Denarc, três colombianos e um peruano foram presos. Os homens transportavam 20 quilos de cocaína em Cerqueira César, na zona sul da capital paulista.De acordo com o Denarc, entre os colombianos estão detidos o motorista Carlos Herman Lopez Barbosa, de 23 anos, o estudante Ronal Fernando Alfonso Cuesta, de 22, e o comerciante German Rengito Alvis, de 46. Também foi preso o comerciante peruano Martin Mello Huamani, de 50 anos.A droga estava em uma mochila e em uma bolsa de mão, carregadas pelo motorista Carlos Herman, que mora na Colômbia. Ele entregaria o entorpecente para os dois outros colombianos, que moram em São Paulo e haviam saído recentemente da prisão, sob acusação de tráfico de drogas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.